Dentre as obrigações tributárias de início de ano está a declaração do imposto de renda. Uma das questões que mais preocupam o contribuinte é a da malha fina.

No entanto, a prevenção da malha fina pode ser mais simples do que você imagina com o uso da tecnologia.

Aqui você vai conhecer a ferramenta certa para analisar a declaração e evitar a malha fina da Receita Federal. Veja como otimizar sua declaração de imposto de renda e fazer uma entrega consistente e sem erros!

A prevenção da malha fina é feita primordialmente através da organização dos documentos para a declaração.

O que é malha fina?

O conceito de malha fina tem relação com a verificação de inconsistências na declaração de imposto de renda. Em outras palavras, é a “peneira” da Receita Federal. 

É dessa forma que o fisco realiza o cruzamento das informações do que é declarado no IRPF em relação ao informe de rendimentos prestados por instituições bancárias, da Previdência Social, dos empregadores, etc.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Quais os motivos que levam a cair na malha fina?

O sistema de cruzamento de dados da Receita Federal é complexo. Na prevenção da malha fina, o primeiro passo a seguir, no entanto, é simples.

Nesse ponto, é preciso conhecer os principais motivos que levam a cair na malha fina. Então, podemos trabalhar para prevenir e evitar a dor de cabeça com o Leão do imposto de renda.

Segundo o portal InfoMoney, os principais motivos que deixam o contribuinte retido na malha da Receita, são:

  • divergências no rendimentos declarados;
  • divergências no imposto de renda retido na fonte;
  • divergências no valor dos rendimentos tributáveis recebidos de pessoas físicas (do exterior ou não);
  • divergências no valor declarado de Carnê-Leão ou imposto complementar;
  • inconsistências no valor declarado sobre os declarantes;
  • inconsistências no valor declarado sobre despesas médicas;
  • inconsistências no valor declarado sobre pensão alimentícia;
  • inconsistências no valor declarado sobre dedução de livro-caixa;
  • inconsistências no valor declarado sobre doações.
Powered by Rock Convert

Para evitar esquecimentos e otimizar sua declaração de imposto de renda, já existe tecnologia para auxiliar o contribuinte. Se você ainda não ouviu falar no aplicativo para IRPF 2019, o momento não podia ser mais oportuno.

Como evitar a malha fina?

Veja como se prevenir da malhar fina com o IR sem Erro. Ou, baixe esse conteúdo gratuitamente em PDF e tenha sempre a mão as principais sugestões para prevenção da malha fina.

A omissão de rendimentos, na verdade, é um dos maiores problemas na hora de declarar o imposto de renda. Então, veja o que deve ser informado no IRPF 2019, por exemplo:

  • prêmio de loterias;
  • pensão alimentícia;
  • rendimento do cônjuge;
  • dependentes;
  • planos de saúde de dependentes;
  • rendimentos tributáveis;
  • despesas com educação;
  • planos de previdência complementar;
  • ganhos ou perdas de capital;
  • ganhos ou perdas de renda variável;
  • imposto de 13º salário;
  • doações a entidades assistenciais.

Caí na malha fina, e agora?

Se você é contribuinte e foi retido na malha fina da Receita Federal, veja como agir para fazer a correção da declaração através do portal online da RFB ou da declaração retificadora.

Além disso, recomendamos a análise da declaração de IRPF antes da entrega para verificação de possíveis erros e otimizações a fim de pagar menos imposto de renda, evitar a malha fina ou aumentar o valor a restituir.

Por fim, para saber se você caiu na malha fina e o que fazer para regularizar essa situação leia “Como saber se caí na Malha Fina?

Powered by Rock Convert

Diana Hada

Produtora de conteúdo do IR sem Erro.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *