Dentre as novidades na declaração de imposto de renda 2019, podemos destacar as mudanças relacionadas ao exercício 2018. Ano passado, por exemplo, quase todas as obrigações a declarar que eram facultativas, em 2019 serão obrigatórias.

Sendo assim, para auxiliar o contribuinte a identificar as diferenças do que será ou não exigido na declaração de IRPF 2019, confira as novidades abaixo.

Novidades na Declaração de Imposto de Renda 2019

O que mudou na DIRPF 2019?

Dependentes

  • obrigatoriedade de informar o CPF de dependentes e alimentandos de qualquer idade;
  • doações diretamente na declaração – Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA): alteração do local da funcionalidade de doação diretamente na declaração 2019. Até o exercício 2018, a ficha de “Doações Diretamente na Declaração – ECA” encontrava-se no Resumo da Declaração. Agora, pode ser encontrado em “Fichas da Declaração” pelo contribuinte.

Rendimentos Recebidos de Pessoa Física: e do Exterior pelo Titular

  • o título da coluna “Outros” foi alterado para “Pensão Alimentícia e Outros”;
  • o título da coluna “Dependentes” foi alterado para “Quantidade de Dependentes”.

Quais as novidades na declaração de IRPF 2019?

Impressão da DIRPF e do Recibo

  • Diversas melhorias na impressão da DIRPF, como a organização da ordem de impressão dos rendimentos, pagamentos, bens e direitos.

Atualização do Programa da Receita Federal

  • com a funcionalidade de atualização automática do PGD IRPF, é possível atualizar a versão do aplicativo sem a necessidade de realizar um novo download. Assim, a atualização poderá ser feita, automaticamente, na abertura do Programas Geradores de Declarações (PGD) do IRPF;
  • outra forma de efetuar a atualização é pelo menu Ferramentas – Verificar Atualizações.

Entrega sem instalação do Receitanet

  • o programa da Receita foi incorporado ao PGD IRPF 2019, tornando possível a entrega da declaração sem a necessidade de instalação do Receitanet.

Impressão do  Documento de Arrecadação de Receitas Federais

  • a impressão do Darf de todas as quotas do imposto, calculando os valores de juros Selic para o  vencimento devido;
  • além disso, os Darf emitidos após o prazo, também serão calculados com os respectivos acréscimos legais.

Alíquota Efetiva

  • exibição da relação percentual entre o imposto devido e o total de rendimentos tributáveis.

Recuperação de nomes

  • ao digitar ou importar um nome para um CPF/CNPJ, o sistema armazenará o nome para facilitar o preenchimento futuro. Assim, os nomes armazenados devem ser informados pelo contribuinte, manualmente ou por meio das funcionalidades de importação, ou seja, não são fornecidos pela Receita Federal. Após armazenados, os campos referentes aos nomes serão preenchidos automaticamente conforme CPF/CNPJ digitados.
  • a funcionalidade poderá ser desativada no Menu – Ferramentas – Recuperação de Nomes.
Powered by Rock Convert
Categorias: IRPF 2019

Diana Hada

Produtora de conteúdo do IR sem Erro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *