Todos os anos a Receita divulga um número incrível de contribuinte que declaram mesmo depois do prazo. A consequência disso é a multa por atraso na entrega da declaração do imposto de renda.

Bom, não podemos dizer que o valor da multa seja suave, afinal, o Leão não dá ponto sem nó. Por isso, o contribuinte precisa prevenir-se de todas as maneiras possíveis para não se dar mal com a multa. Veja a seguir o valor da multa, como paga-lo e também como não atrasar a entrega final de IR. Boa leitura.

Multa Por Atraso na Entregada da Declaração

Entrega no prazo

Muitas vezes os contribuintes não entregam no prazo, somente pela falta de organização dos documentos o que complica e muito para a entrega final.

Para evitar qualquer problema deste tipo, é preciso separar os documentos ao longo do ano para que quando chegar o início do prazo tudo esteja organizado e mais fácil de lançar no Programa da Receita.

A dica mais óbvia, mas não menos importante, é se atentar ao calendário do inicio e fim da declaração, assim fica mais fácil se organizar. Fique atento também as possíveis extensões do prazos que podem acontecer no meio do caminho.

Isenção da multa por atraso

Fica isento da multa apenas os contribuintes que não são obrigados a declarar imposto de renda, ou seja, não recebeu rendimentos tributáveis (como salários e aluguéis), cuja soma anual foi superior a R$ 28.559,70 ou não se encaixe nas demais regra para declarar.

Multa por atraso na entregada da declaração

Multa de 1% ao mês-calendário ou fração de atraso, calculada sobre o total do imposto devido apurado na declaração, ainda que integralmente pago, sendo que o valor mínimo é de R$ 165,74 e o valor máximo é de 20% do imposto sobre a renda devido.

De maneira geral, a multa é calculada da seguinte forma: se não há imposto devido, a multa é de R$ 165,74. Isso acontece, por exemplo, com quem não teve rendimentos no ano relativo à declaração, mas estava obrigado a declarar por ter bens em valores superiores a R$ 300 mil.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Pagamento da multa

Antes do pagamento da multa, o contribuinte precisa enviar a declaração com atraso no Programa da Receita, que é reaberto dias após o fechamento oficial, justamente para receber os documentos atrasados.

Para emitir o Documento de Arrecadações de Receitas Federais (Darf) necessário para quitar a multa, o contribuinte deverá selecionar a opção “Darf de multa por Entrega em Atraso”, localizado na aba “Imprimir” do programa gerador da declaração.

O melhor jeito de evitar malha fina

Ser retido pelo leão é o maior medo de 99,9% dos contribuintes, afinal, quem já caiu sabe o trabalhão que dá para colocar tudo no lugar e se livrar de vez da malha fina.

Por isso, o contribuinte deve optar pela análise de imposto de renda, desta forma os erros e inconsistências de informações são detectados e ainda dá tempo de corrigir, para entregar o documento sem chances de malha fina.

Gostou da ideia de analisar sua declaração? Então conheça o plataforma IR sem Erro, que oferece uma análise, tecnologia e muita segurança ao declarar.


Kezia Amaro

Produtora de conteúdo no IR sem Erro.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido :D