O prazo para entrega da declaração é até o dia 30 de abril e o tempo passa correndo! Por isso, preparamos a lista completa com os documentos para declarar imposto de renda 2020 e você ficar tranquilão.

Além disso, você confere as atuais regras para quem deve declarar ou não e os tipos de despesas dedutíveis que o contribuinte pode usar ao seu favor. Boa leitura!

Documentos Para Declarar Imposto de Renda 2020

Contribuintes que devem declarar IRPF

Se você está aqui provavelmente já sabe que deve declarar imposto de renda, no entanto, é sempre bom relembrar quais são as principais regras que levam um contribuinte a declarar. Mas é bom lembrar que essa lista pode variar em cada declaração. Veja as regras:

  • pessoa física e residente no Brasil com rendimentos tributáveis superiores a R$ 28.123.91 ao longo de 2019;
  • contribuintes que tiveram rendimentos isentos, não tributáveis ou tributados na fonte superiores a R$ 40.000,00 no ano passado;
  • qualquer pessoa que tenha tido ganho de capital ou realizou operações na Bolsa de Valores, mercados futuros, alienação de bens, etc;
  • quem teve prioridades e bens de direitos em 2019 com valores superiores a R$ 300.000,00;
    qualquer contribuinte que passou à condição de residente no Brasil durante 2019, e permaneceu até o final do ano;
  • quem teve receita brita de atividade rural em 2019 igual ou superior a R$ 140.619,55;
    quem quer compensar prejuízos da atividade rural com a Receita de anos anteriores.

Despesas dedutíveis

  • dependentes;
  • educação;
  • despesas médicas;
  • pensão alimentícia;
  • previdência Privada;
  • livro-caixa.

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Documentos Necessários para Declarar Imposto de Renda 2020

Informações gerais

  • dados da conta bancária para restituição ou débitos das cotas de imposto apurado, caso haja;
  • nome, CPF, grau de parentesco dos dependentes e data de nascimento;
  • endereço atualizado;
  • cópia da última Declaração de Imposto de Renda Pessoa Física (completa) entregue;
  • por fim, a atividade profissional exercida atualmente.
Powered by Rock Convert

Renda

  • informes de rendimentos de instituições financeiras inclusive corretora de valores;
  • informes de rendimentos de salários, pró labore, distribuição de lucros, aposentadoria, pensão etc.;
  • informes de rendimentos de aluguéis de bens móveis e imóveis recebidos de jurídicas;
  • informações e documentos de outras rendas percebidas no exercício, tais como rendimento de pensão alimentícia, doações, heranças recebida no ano, dentre outras;
  • informe de rendimentos de participações de programas fiscais, tais quais Nota Fiscal Paulista, por exemplo;
  • além disso, um resumo mensal do livro caixa com memória de cálculo do carnê-leão; DARFs de carnê-leão.

Bens e direitos

  • documentos que comprovem a compra e venda de bens e direitos efetuados ao longo de 2019, dentre eles: imóveis, contas correntes, aplicações financeiras, veículos, etc;
  • no caso de imóveis, deixou de ser obrigatório e voltou a ser facultativo para 2020 constar a data de aquisição, área do imóvel, Inscrição municipal (IPTU), registro de inscrição no órgão público e registro no cartório de imóveis, por exemplo;
  •  já no caso de automóveis devem ser declarados o número do RENAVAM e/ou registro no correspondente órgão fiscalizador.

Dívidas e ônus

  • informações e documentos de dívida e ônus contraídos e/ou pagos no ano de 2019;
  • renda variável;
  • DARF de renda variável;
  • controle de compra e venda de ações (com apuração mensal de imposto).

Renda variável

  • controle de compra e venda de ações, inclusive com a apuração mensal de imposto;
  • DARFs de renda variável.

Pagamentos e doações

  • recibos de pagamentos ou informe de rendimento de plano ou seguro saúde (com CNPJ da empresa emissora e a indicação do paciente);
  • despesas médicas e odontológicas em geral (com CNPJ da empresa emissora ou CPF do profissional, com indicação do paciente);
  • comprovantes de despesas com educação (com CNPJ da empresa emissora com a indicação do aluno);
  • comprovante de pagamento de Previdência Social e previdência privada (com CNPJ da empresa emissora);
  • recibos de doações efetuadas;
  • GPS (ano todo) e cópia da carteira de trabalho do doméstico;
  • além disso, comprovantes oficiais de pagamento a candidato político também devem ser declarados.

Dependendo dos pagamentos, rendimentos bens e doações feitos ao longo do ano de 2019, também é essencial ter um documento que os comprove.

Por isso, esses documentos devem ser mantidos guardados para consulta. Além disso, é importante ter em mãos o recibo da última declaração de imposto de renda.

Receba os melhores conteúdos de IRPF em primeira mão. Assine a newsletter IR sem Erro e esteja sempre a frente do Leão!.


Henrique Mattos

Produtor de conteúdo no IR sem Erro.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido :D