Participação nos lucros, o termo é curto mas a expectativa costuma ser enorme, não é mesmo? Afinal, ganhar aquela grana extra da empresa que ralamos tanto, deixa a gente bem feliz. Se você foi um desses sortudos e recebeu a participação, se prepare para declarar PLR no imposto de renda.

O Leão precisa saber até mesmo dessa renda extra, para poder cruzar informações e verificar se você está em dia com ele. A fim de entender mais sobre PLR e como declarar o valor no imposto renda? Então, bora ler esse artigo até o final e colocar o Leão atrás da jaula. Boa leitura!

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Como conseguir as informações de participação de lucros e rendimentos?

Todos os dados sobre os valores de PLR recebidos durante o ano, são disponibilizados pela própria empresa através do informe de rendimentos. No documento vão constar detalhes do que foi pago pela empresa ao trabalhador, como também o imposto retido no ano anterior.

Qualquer valor referente ao PLR deve ser declarado?

Sim, qualquer valor que o trabalhador recebeu da empresa durante o ano precisa ser declarado. Caso, você não tenha certeza se recebeu participação de lucros ou não, basta esperar o informe de rendimentos liberado pela empresa que, geralmente, é entregue no início do ano.

Como declarar PLR no imposto de renda?

Todo rendimento de PLR recebido durante o ano, seja por uma empresa, ou por várias, como é o caso de trabalhadores intermitentes, por exemplo, precisa ser declarado na ficha de “Rendimentos Sujeitos à Tributação Exclusiva/Definitiva” e selecionar a linha 11 – Participação nos Lucros e Resultados.

como declarar plr no imposto de renda

Não se esqueça de indicar o nome da empresa pagadora, CNPJ, como também o valor da PLR recebido, ou seja, todos os dados que constam no informe de rendimentos.

Isso porque, a Receita, irá cruzar as suas informações com as da empresa que pagou a participação de lucros, então não dê bobeira, qualquer erro pode ser sinônimo de malha fina.

Uma dica bem importante

Segundo economistas e especialistas em IRPF, grande parte dos contribuintes que declaram PLR no imposto de renda caem na malha fina por cometer pequenos erros de digitação. Por exemplo, colocar mais zeros onde não tem ou esquecer de uma vírgula.

O melhor a se fazer é prestar muita atenção em tudo que está sendo digitado no Programa da Receita e também confirmar se os dados conferem com o informe de rendimentos emitido pela empresa.

O contribuinte também pode pensar na possibilidade de fazer a análise da sua declaração do imposto de renda, através de Plataformas digitais. Estes serviços têm a principal função de verificar os erros na declaração e orientar o contribuinte a corrigi-los para entregar as informações ao leão com tudo certo.

Quem precisa declarar imposto de renda 2020?

Exitem critérios que determinam se um contribuinte deve declarar imposto de renda ou não. Segundo a Receita, os fatores são:

  • contribuintes que receberam ao longo de 2019, rendimentos tributáveis(salário, veículo e pensão alimentícia, por exemplo) que totalizaram mais de R$ 28.559,70.
  • assalariados, aposentados ou pensionistas com renda mensal superior a R$ 1.903,98;
  • contribuintes que tiveram rendimentos não tributáveis(seguro desemprego, vale transporte e indenização por roubo, por exemplo)acima de R$ 40.000,00.
  • enquanto isso, para trabalhadores rurais é obrigatório fazer a declaração do imposto de renda, caso o rendimento anual bruto de renda rural tenha sido sue prior a R$ 128.308,50;
  • contribuintes que investiram qualquer valor em ações em bolsa, criptomoedas ou similares;
  • contribuintes com imóvel ou terrenos em suas posses, com valor superior a R$ 300 mil;
  • trabalhadores que optarem pela isenção de imposto de renda 2019 sobre o valor da venda de imóveis, desde que esse valor seja usado para a compra de outro imóvel no Brasil em até 180 dias.

Se você já sabe que recebeu a participação de lucros, guarde o informe de rendimentos fornecido pela empresa e revise muitas vezes as informações antes de enviar sua declaração definitivamente. Esses pequenos hábitos podem te livrar da malha fina e quem sabe garantir aquele aumento na restituição.

Já parou para pensar no que acontece com quem não declara imposto de renda? O IR sem Erro preparou um artigo com as possíveis consequências, e como agir neste caso sem grandes dores de cabeça.


Kezia Amaro

Produtora de conteúdo no IR sem Erro.

0 comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo protegido :D