Todos os anos milhares de contribuintes devem fazer a declaração para a Receita Federal e em meio da organização dos diversos documentos, um questionamento comum costuma acontecer, afinal é possível aumentar a restituição do imposto de renda? A resposta é sim, pode haver aumento na restituição, porém o contribuinte deve seguir algumas indicações.

Curioso para saber como aumentar a restituição do imposto de renda? Então acompanhe este artigo até o fim e descubra o melhor jeito de ser amigo do leão. Boa leitura!

Aumentar a restituição do imposto de renda

O que é Restituição no imposto de renda?

A restituição do Imposto de Renda nada mais é que a devolução de parte do imposto que foi pago a mais à Refeita Federal. Portanto, se os tributos pagos referentes ao IRPF forem maior que o valor presente na declaração, o contribuinte terá um saldo a ser restituído. 

Faça o download deste post inserindo seu e-mail abaixo

Não se preocupe, não fazemos spam.
Powered by Rock Convert

Quem recebe a restituição de IR?

Primeiramente é importante deixar claro que nem todos os contribuintes tem direito de receber a restituição. Como vimos acima somente os declarantes que pagaram a mais devem receber a restituição.

A principio para saber quem deve ou não ser restituído é feito uma checagem pela Receita Federal. Nesta checagem são apuradas todas as informações dos declarantes e os que atendem aos critérios são premiados com a restituição.

Os casos mais comuns de restituição estão ligados a gastos médicos, educação entre outros, logo se você tem altas despesas com algum destes itens existe uma grande possibilidade de ser restituído. 

Como posso aumentar a minha restituição de imposto de renda?

Para aumentar a restituição do imposto de renda é necessário que o declarante se atente a detalhes como os gastos com saúde, educação, dependentes. Todos estes itens podem podem ajudar a aumentar a restituição do imposto de renda

Existem uma série de providências que o contribuinte pode tomar para aumentar a restituição do imposto de renda dessa forma ficando bem mais feliz com o leão.

Documentos

Todo contribuinte sabe a importância de armazenar os documentos, pois essa prática garante uma declaração de IR mais consistente e eventualmente diminui a possibilidade de malha fina. Entretanto o que muitos declarantes não sabem é que documentos referentes a despesas médicas instruções, pensões alimentícias e judiciais podem ajudar no aumento da restituição.

Para isso acontecer é importantíssimo que as informações destas despesas estejam o mais de acordo com a realidade quando forem entregues para a Receita.

Rascunho

Por mais que não pareça mas preencher o rascunho de IR do jeito certo pode aumentar as chances de garantir a restituição. Parar preencher o rascunho do imposto de renda, o contribuinte pode baixar o aplicativo da Receita Federal. O app tem versões disponíveis para Android e iOS, podendo ser baixado em smartphones ou tablets.

Previdência Privada

Caso o declarante queira abater o plano de previdência privada em primeiro lugar é valido relembrar que isso só acontece no modelo PGBL, entretanto o limite máximo é de 12% do valor tributável. Essa prática também é dedutível para declarantes que já contribuiu com outros sistemas previdenciários.

Declaração em conjunto

Muitas vezes o casal faze a declaração em conjunto, isso significa que a receita tributável dos cônjuges vai ser somada e o que consequentemente faz com que a faixa de tributação do IR seja maior. Entretanto se cada declaração for feita separadamente, cada um terá uma faixa de isenção. O que pode ajudar e muito nas possibilidades de aumentar a restituição de IR.

Por outro lado existe a possibilidade de avaliar se declara em conjunto é bom ou não. Para isso basta preencher a declaração dos dois modos e ficar de olho no resultado. Seja como for vale a pena neste caso avaliar se a inclusão do dependente aumenta a possibilidade de restituição.

 

Empregados domésticos

Se você tem empregados domésticos registrados que trabalham na sua casa, é possível lançar os valores pagos ao INSS. Deste modo o valor pode ser destinado ao IR pago.

 

 

Não esqueça de colocar em prática as dicas de restituição e também de compartilhar este artigo nas redes sociais. Aproveita para seguir o IR sem Erro no Facebook, Instagram e Youtube.

Categorias: Restituição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *